Um Coração Grato

“Como é bom render graças ao Senhor e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo; anunciar de manhã o teu amor leal e de noite a tua fidelidade,” – Salmos 92:1-2

 

Lembro da minha mãe sempre me ensinando mansamente: “não esqueça de agradecer, tudo o que você tem é porque alguém lutou por isso”. Aquilo sempre fez parte da minha rotina: não falar obrigado depois de um favor ou presente era algo inimaginável para mim enquanto crescia. De vez em quando me pegava imaginando o que faria se não tivesse minhas roupas, comidas e até casa para morar e, pior ainda, como seria se não pudesse ir para a escola? Na hora me sentia imensamente abençoada e dava muito valor a cada sacrifício que minha mãe fazia para que eu tivesse tudo isso.

A gratidão é muito relacionada a nossa auto percepção e a convicção gerada pelo Espírito Santo de quem somos Nele, do que seríamos sem Ele e de como somos amados por Ele.

Por muitas gerações o povo de Israel permaneceu escravo dos Egípcios, onde foram criados debaixo de uma cultura pagã, sem a presença do único e verdadeiro Deus. Estavam presos, se esquecendo de quem realmente eram, sofrendo nas mãos dos faraós por gerações. Quando finalmente foram libertos, atravessando o Mar Vermelho e presenciando sinais e milagres no caminho, o povo continuamente reclamava do deserto, desejando até voltar a ter a vida de escravos que tinham no Egito. Muitos não conseguem ser gratos, pois não compreendem de onde foram tirados e nem o que seriam sem as bênçãos recebidas.

Repetir para o espelho: “seja grato”, ou separar alguns minutos por dia só para agradecer pode até te ajudar, mas certamente não será o suficiente. A verdadeira gratidão não nasce apenas do esforço e disciplina, mas sim da revelação de quem Jesus Cristo é para nós. Quando realmente compreendemos que Ele abriu o caminho, sofrendo perseguição, traição, injustiças e uma morte terrível para que tivéssemos acesso a presença do Pai, é impossível permanecermos indiferentes.

Muitos anos atrás, uma moça veio me procurar dizendo que não conseguia sentir a presença de Deus por meses. Ela pareceu muito frustrada, pois examinava sua vida da cabeça aos pés e não conseguia encontrar nada que pudesse estar no caminho. Em nossa conversa, perguntei de tudo, investiguei, busquei mágoas, falta de perdão e até pecados escondidos, mas não havia nada fora do lugar. Ficamos de conversar na semana seguinte.

Disse para ela que iria orar por ela, para que ela não desistisse da sua busca diária com Deus e que permanecesse crescendo em fé. Pedi que ela então me procurasse na semana seguinte para conversarmos novamente.

Depois de nos despedirmos, fui andando para o meu carro, e essa moça não saía da minha cabeça. Perguntava ao Espírito Santo o porquê de tanta dificuldade. Ele com seu jeito tão simples e certeiro me respondeu: “fale para ela ser grata”. Foi tão direto que até levei um susto. Logo entrei em contato com ela e simplesmente pedi que ela tentasse agradecer mais nos próximos dias.

Na semana seguinte essa mesma moça entrou na minha sala e seu semblante era totalmente diferente, ela parecia estar muito alegre. Logo que sentou, disse: Zoe, tive um encontro com a presença do Pai essa semana, parece que tudo está normal novamente. Então perguntei o que ela tinha feito, e ela só me disse que tinha sido grata. Grata pelos momentos que Deus já havia falado com ela antes, grata pelo sacrifício de Jesus Cristo, grata por estar viva, grata por ter a oportunidade de conhecer a Deus, e assim por diante.

Muitas vezes nossa ansiedade de sentirmos Deus, nossa pressa de termos um encontro sobrenatural acaba sabotando uma experiência nova com Ele. Queremos replicar o que já tivemos com Ele antes, queremos reviver um momento especial, sendo que Ele tem novidades diárias para nós. Esquecemos de sermos gratos pelo que Ele já nos deu e como criança simplesmente esperarmos Nele. Não precisamos de um próximo encontro, precisamos da revelação de Jesus em nosso coração, pois isso não se restringe à um momento específico, mas sim à uma vida cheia Dele.

A gratidão é o primeiro passo para uma vida de adoração, é a porta de entrada para a presença de Deus. No Tabernáculo de Moisés, o portão de entrada era o lugar onde acontecia as ações de graças e ali vemos o povo de Deus se preparando para esse momento incrível. Que a gratidão seja sempre nosso combustível e nosso caminho para estar com Ele. Nada melhor do que estar diante da Sua presença.Gratidão é uma palavra muito pequena para todo esse sentimento que tenho dentro de mim, ao olhar para minha história e ver que Deus nunca desistiu de me desejar, de esperar ansiosamente a minha voz pela manhã e o meu sorriso ao dormir em Seus braços.

 

Pelo o que você pode ser grato hoje?

Escola ZAO
contato@escolazao.com.br

A Escola ZAO nasceu com o propósito de Renovar Mentes e Transformar o Mundo.

2 Comentários
  • Cleres Ankerkrone
    Postado em 19:09h, 05 maio Responder

    Muito obrigada por esse testemunho . Preciso exercitar ainda mais a ter um coração grato.

  • Andressa
    Postado em 14:09h, 13 maio Responder

    ^-^

Escreva um Comentário

Quero Receber Conteúdo!

 

loading…